Doria inimigo da saúde: 11 de 37 Hospitais não atendem no sistema Corujão

doria

Da redação – O playboy e ex-prefeito da capital de São Paulo, João Doria (PSDB), aumentou ainda mais sua lista de promessas descumpridas, sabotando a lista com o nome dos 37 hospitais, clínicas e institutos particulares que fizeram parte da iniciativa do Corujão da Saúde, deixando 11 desses sem participar do atendimento e demonstrando mais uma vez que é um “grande gestor”.

A Prefeitura de São Paulo fez parcerias com hospitais, clínicas e institutos particulares para aumentar o atendimento dos seis tipos de exames do programa Corujão da Saúde, sendo eles: tomografia, ultrassonografia, mamografia, ecocardiografia, densitometria e ressonância. O intuito dos contratos era ajudar a diminuir as filas de espera, sendo assinados com duração de quatro meses.

Indicado como o principal programa de saúde da gestão João Doria, em 2017, foram organizados hospitais particulares, conveniados com o município, para fazer exames entre as 22h e 8h – daí o nome de corujão – mas o prefeito pouco se importante com filas de trabalhadores que esperam mais de um ano de atendimento ou com a saúde pública em geral.