Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

A empresa responsável pela instalação da câmera de segurança que matou eletrocutado o jovem folião no carnaval de São Paulo – a Dream Factory – é de Roberto Medina, amigo do prefeito João Dória.

Conforme relatório do Tribunal de Contas do Município de São Paulo, a empresa do amigo do prefeito foi a única considerada apta para participar da concorrência divulgada no ano passado.

De fato, em setembro do ano passado, no Rock in Rio – que também é organizado pelo mesmo Roberto Medina – Doria já havia dito que faria parcerias com Medina, ou seja, que o favoreceria em contratos ilícitos com o dinheiro público, se formos usar um português mais claro.

Ocorre que a única empresa “considerada apta” para a licitação forneceu à prefeitura um equipamento evidentemente defeituoso e que acabou matando o folião Lucas Antônio Lacerda da Silva, que se tornou mais uma vítima inocente a pagar pelos desmandos do prefeito almofadinha.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas