Siga o DCO nas redes sociais

ocupações criminalizadas
Doria e Bruno Covas decidem: sem-teto não tem direito a moradia
grafite no largo do paissandu - 30-08-2019
ocupações criminalizadas
Doria e Bruno Covas decidem: sem-teto não tem direito a moradia
grafite no largo do paissandu - 30-08-2019

O governador de São Paulo, João Doria Jr, e o prefeito da capital, ambos do golpista PSDB, que sequer conseguem alojar os moradores de rua que vivem no relento, no frio que vem fazendo em São Paulo (o Doria, quando prefeito mandava jogar água nos moradores em situação de rua), decidiram que os moradores dos prédios, abandonados pelos capitalistas, os desocupem.

Para intimidar esses moradores em mais de setenta prédios, vêm criando um clima de terror, tanto aos moradores, quanto as quatro lideranças que coordenam os prédios.

Em 24 de junho, quatro dessas lideranças Janice Ferreira (Preta Ferreira), Sidinei Ferreira, Edinalva Silva Ferreira e Angélica dos Santos Lima foram presas, foi decretada a prisão de mais nove lideranças, uma delas Carmen Ferreira, absolvida em segunda instância no ultimo dia 14 de agosto. Uma verdadeira arbitrariedade do Ministério Publico do Estado de São Paulo através do procurador fascista Cássio Roberto Conserino, o mesmo que decidiu trazer para São Paulo o processo fraudulento do Mussolini de Maringá (Sérgio Moro) e sua criminosa Lava Jato.

Leia Também  Sobreviventes do Massacre de Pau-D`Arco ainda sofrem ameças

Há uma quantidade imensa de prédios tomados por ratos e baratas que fogem de qualquer interesse dos golpistas, tanto do Doria quanto do Covas, que querem criminalizar os movimentos que têm como única preocupação tentar resolver a questão da moradia, que é um buraco sem fundo. O judiciário, braço direito da máquina do PSDB, por exemplo, antes de haver o julgamento já condenou as lideranças.

O fascista Conserino, que queria prender o Lula em São Paulo, é o responsável pelo processo que quer colocar todas as lideranças na prisão, criou toda uma trama de acusações infundadas para, desta forma destruir todo e qualquer movimento, numa demonstração de fidelidade ao PSDB, em perseguição ao Partido dos trabalhadores, como está fazendo com Manoel del Rio, suplente do PT na Câmara Municipal, que seria “uma espécie de líder de todos os movimentos”, e os moradores das ocupações seriam constrangidos a comparecer a manifestações pró-PT. (Folha de São Paulo – 20-08-2019)

Em nota, a presidente nacional do partido, Gleisi Hoffmann, alega que as investigações e a denúncia foram conduzidas para incriminar os movimentos e o PT. “O promotor à frente do caso, Cássio Conserino, é notório antipetista, apresentou falsas denúncias contra a família do ex-presidente Lula e foi condenado a indenizá-lo por calúnia”, afirma Gleisi. A deputada diz, ainda, que a decisão judicial sobre a prisão preventiva de Manoel del Rio se ampara em alegações falsas. (Folha de São Paulo – 20-08-2019)

Leia Também  Industriais do Pará apoiam "passar a boiada" de Ricardo Salles

Somente a mobilização dos movimentos sociais, bem como o conjunto da população explorada é que fará com que os golpistas, tanto de São Paulo quanto do restante do Brasil, sejam derrotados e os direitos da população conquistados.

 



1 Share
Share via
Copy link