Programa social da direita
O governador fez a afirmação em processo que tramita na justiça, para não oferecer refeição gratuita à parcela mais esmagada da sociedade.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
doriafoto_130320203725
João Dória, o governador "científico" que quer matar o pobre de fome. | Foto por: arquivo DCO.

O governador de São Paulo, o tucano João Dória, afirmou à justiça que com a reabertura das atividades comerciais “os moradores de rua já podem voltar a pagar pela sua comida” se referindo ao valor cobrado nos restaurantes do programa “Bom prato” que estava funcionando distribuindo refeições gratuitamente, durante os últimos meses do suposto isolamento social.

Afirmando ainda “é evidente que os moradores de rua voltaram a angariar doações em dinheiro, alimentos e outras modalidades de apoio”.

A posição do governador foi colocada num processo aberto pelo Ministério Público Estadual e pela Defensoria Pública os quais requeriam o retorno das refeições gratuitas nos restaurantes do programa, pois estas pessoas, obviamente, não tinham condição de pagar e a situação de calamidade ainda não tinha passado.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas