Doria ameaça fechar Museu Afro Brasil

bbb (1)

Como parte do programa de políticas totalmente antipopulares, João Doria continua seguindo seu legado de destruição no estado de São Paulo. O setor recentemente atingido fora o cultural, o tucano cortou em 22,95 da Secretaria de Cultura do Estado a partir do mês de janeiro deste ano, os impactos dessa política estão vindo a tona, e um reflexo grande disso está no Museu Afro Brasil, grande referência da cultura negra do estado e que hoje corre o risco de ser fechado.

Em nota os trabalhadores demonstraram sua preocupação com a situação do Museu e principalmente indignação com o ataque que sofre a cultura. Anteriormente, o local já havia sofrido com corte feito em outro período, que gerou demissões e precarização do Museu. Este ano o Museu completa 15 anos, contendo cerca de 6 mil obras que contemplam a cultura afro-brasileira, e que portanto, é de grande importância para a história do povo negro e suas organizações de luta. Essa ação demonstra como a direita é contra a cultura e que tenta apagar o histórico de luta do movimento negro, que foi crucial para a existência do Museu na cidade.

Isso se confirma quando se apura a enormidade de instituições que estão sendo afetadas por esse corte exorbitante, a direita está aí apenas para atender aos interesses da burguesia e massacrar a população, seja qual for o meio. João Doria é o inimigo número um da cultura e da população, na contrapartida é preciso mobilizar os trabalhadores para garantirem o funcionamento do Museu e impedir seu fechamento.

O governo de Doria é tão ilegítimo quanto o governo bolsonarista eleito pela fraude eleitoral, por isso, não se deve ter ilusões de que haverá alguma política favorável a população, é preciso ir as ruas convocar a população e derrubar todos os golpistas.