Donald Trump planeja intervenção militar contra Venezuela desde 2017

trump-listening-ap_img

Caracas, AVN – As ameaças de intervenção militar e ações ingerencistas contra Venezuela por parte dos EUA foram planejadas desde 2017, revelou o ex-vice-diretor do FBI, Andrew McCabe, em seu livro ” A ameaça: como o FBI protege os Estados Unidos na era do terrorismo e de Trump”.

De acordo com McCabe, em julho de 2017, durante uma sessão privada com funcionários de inteligência, o presidente Donald Trump perguntou aos presentes por que os Estados Unidos não estavam em guerra com a Venezuela.

“Não entendo por que não estamos de olho na Venezuela. Por que não estamos em guerra com a Venezuela? Têm todo o petróleo e estão em nosso quintal”, disse Trump, segundo o ex-diretor em seu livro.

A página web estadunidense Vox destaca que em agosto de 2017,Trump consultou seus principais assessores várias vezes sobre uma opção militar que permitisse derrubar o presidente constitucional da República Bolivariana da Venezuela, Nicolás Maduro.

Na campanha eleitoral de 2015 Trump já havia manifestado seu desejo de tomar o petróleo de outras nações onde está o exército estadunidense.

Ao ser questionado sobre o Iraque em uma entrevista para a CNN, Trump declarou: “Como disse ao princípio, se vamos embora, é necessário tomar o petróleo”.

Mais tarde disse em outra entrevista: “E disse que o temos que fazer quando formos embora, mas isto não significa que tenhamos que abandonar o país”, insinuando que os EUA deveriam continuar com a ocupação de Iraque e controlar seus recursos petroleiros, citou RT.