Menu da Rede

Tigrões com estátuas, tchutchucas com os tucanos

A era Bozo perto do fim.

Dólar vai chegar aos 5 reais: é preciso derrubar Bolsonaro!

O recorde de queda do dólar no país foi durante o governo FHC, quando um dólar valia 7 reais. Bolsonaro pode quebrar esse triste recorde.

O dólar vai chegar rapidamente aos 5 reais, o aumento está aceleradíssimo. –

O recorde de queda do dólar no país foi durante o governo FHC, quando um dólar valia 7 reais. Bolsonaro pode quebrar esse triste recorde.

O livro Diários da Presidência de Fernando Henrique Cardoso em mais de um momento, FHC declarou sua intenção de encerrar a “Era Vargas”.

Esse feito não era tarefa fácil. Afinal, se contarmos a Era Vargas como o período que se iniciou com a Revolução de 30 e terminou com o fim do regime militar, ela foi, (junto ao período das greves dos anos 80) na maior parte do tempo, o período que consolidou alguns direitos que só com o golpe de 2016 e a fraude nas eleições de 2018 pôde destroçar.

O desmonte da Nação, dos direitos, privatizações, demissões, entrega da soberania nacional, subserviência total aos EUA, tudo isso colabora para a desvalorização do real só foi possível com governos neoliberais de FHC.

Os inúmeros índices econômicos que comprovam como o governo Bolsonaro é neoliberal e um governo de ferozes ataques, jamais vistos desde a ditadura, contra a população. Aqui se repete a fórmula de FHC: privatizações, demissões, entrega da soberania nacional, subserviência total aos EUA, tudo isso colabora para a desvalorização do real.

Acrescente o surto do coronavírus, e a visão do flagelo confirma-se absolutamente. Ressalve-se, porém, que real é a moeda que mais se desvalorizou este ano, o que mostra que não é culpa apenas da epidemia, mas da política econômica de Bolsonaro.

Mas, se o dólar de FHC chegou a R$ 7,00 em 8 anos, o dólar de Bolsonaro, em apenas um ano e pouquinho segue em disparada próximo de R$4,75 em meio a aversão a risco e apesar de atuação do BC.

O limite é o céu. O dólar era negociado em disparada acentuada contra o real nesta segunda-feira, chegando a superar 4,79 reais na máxima do dia em meio à onda de aversão a risco global. As reservas cambiais são torradas pelo Banco Central e a moeda americana não para de escalar.

A alta é agora contada por horas. Às 10:06, o dólar avançava 2,17%, a 4,7351 reais na venda, e chegou a tocar a máxima recorde de 4,7950 nos primeiros negócios. Enquanto isso, o dólar futuro saltava 2,45%, a 4,747 reais.

Num Mundo absurdo de terra-planistas estamos de cabeça para baixo neste exato momento, ou, “O mundo está de pernas para o ar”, disse à Reuters Ricardo Gomes da Silva, superintendente da Correparti Corretora.

Mas, desgraça pouca é bobagem e, além do coronavírus, é preciso acrescentar aqui a queda acentuada dos preços do petróleo que levaram uma economia frágil com o desmonte promovido pelos golpistas à UTI.

Perto do fim. A crise que se avizinha exige que derrubemos agora o governo dos golpistas. Fora Bolsonaro!

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores
O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.