Novo recorde histórico
Analistas burgueses tem creditado alta histórica e instabilidade na bolsa à crise política
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
A man counts US dollar notes ib a bureau de change in Rio de Janeiro, Brazil on March 13, 2015. The exchange rate today reached  3.17 and 3.35 reals (the Brazilian currency) per US dollar, the highest of the last 10 years. AFP PHOTO/VANDERLEI ALMEIDA
Foto: Arquivo/DCO |

Da Redação – O pregão da B3, a bolsa de valores de São Paulo, fechou esta terça-feira (12) com o dólar cotado a R$5,86, a maior cotação da história. O pregão fechou ainda com queda de 1,5% no volume de negócios medido pelo Ibovespa.

Analistas tem creditado a nova disparada do dólar à crise política aberta entre os distintos setores da direita, em função do vídeo de Bolsonaro e Moro. Alguns destacaram também uma divisão entre o otimismo pela retomada das atividades econômicas e a preocupação por retrocessos advindos com a medida.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas