Dois pesos duas medidas: mulher de Cunha fica livre com conta não declarada e Lula preso sem ter nada

mulher de cunha

Da redação – Condenada a dois anos e seus meses de prisão por evazão de divisas, mantendo  conta não declarada no exterior, a mulher de Eduardo Cunha (preso ainda no antigo PMDB), permanece em liberdade. Ela também foi acusada por de lavagem de dinheiro, mas inocentada pois, segundo o Ministério Público Federal, “não há provas de que os recursos depositados são fruto de ilícitos perpetrados anteriormente”. 

Enquanto a mulher de Cunha tem uma conta não declarada no exterior, desdobramento das operações ilegais de um dos políticos que articulou o golpe, e é absolvida por falta de provas, Luiz Inácio Lula da Silva não tem conta alguma no exterior, não tem triplex, não recebeu nenhuma reforma como pagamento de atos ilícitos, mas permanece preso com a pena muito maior de 12 ano e um mês. Somam-se a essa situação, os fatos e que Lula não tem direitos garantidos de respeito ao Transito em Julgado Habeas Corpus, muito menos a recorrer, quanto mais de exercer seu direitos políticos, sofrendo diversas manobras politico-judiciais para permanecer preso político em clausura silenciosa.

Essa é a justiça burguesa que julga todos os casos do Brasil. Não é possível, pois, acreditar na “bondade” dos juízes para “conceder” qualquer tipo de benefício a população brasileira.