Documento prova coordenação do judiciário por “mandato express” de Lula

documento-prova-coordenacao-do-judiciario-por-mandato-express-de-lula

Um documento, obtido pelo jornal El País, prova que a ofensiva jurídica contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, com tamanha velocidade, inclusive contrariando as orientações do próprio TRF-4, foi incentivada pelo Ministério Público Federal (MPF). Mauricio Gotardo Gerum, procurador da República, pediu a prisão imediata de Lula “para estancar a sensação de onipotência” dele. Ou seja, uma clara orientação política e ilegal que busca perseguir o líder popular.

O golpista inclusive pediu urgência ao TRF-4 para aprovar a medida. O MPF se explica dizendo que a medida seria necessária para “organizar uma logística especial de prisão”. Uma desculpa absurdamente esfarrapada, diante da posição abertamente golpista e pró-imperialista do órgão de governo.

E assim se deu um dos mandatos de prisão mais rápidos da história do Brasil, com o MPF, o TRF-4 e Sergio Moro atuando como uma máquina golpista sincronizada. O documento está no banco de dados da Justiça Federal e foi tornado público na tarde de hoje.