Colômbia, EUA e cartéis
Documento divulgado comprova que EUA tinha conhecimento do envolvimento de Álvaro Uribe, ex-presidente, com os cartéis do tráfico desde 1991.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Alvaro Uribe
Álvaro Uribe, foi presidente por 8 anos e um verdadeiro funcionário dos EUA. | Foto por: Fernando Vergara/AP.

Documentos do Pentágono que foram desclassificados nesta segunda (31), revelam que os EUA já sabiam do envolvimento de Álvaro Uribe, ex-presidente e senador, com cartéis do tráfico de drogas desde, pelo menos, 1991, quando do seu primeiro mandato como senador.

O documento, um memorando divulgado pelo Arquivo de Segurança Nacional dos EUA em seu site oficial, foi assinado em agosto de 2004 pelo então secretário de Defesa, Peter W. Rodman. O memorando refere-se a um relatório de Serviços Especiais de 1991 o qual afirma que Uribe Vélez teria relações próximas com traficantes de drogas, especificamente, Pablo Escobar e o cartel de Medelín, sua cidade natal.

Álvaro Uribe, ocupou diversos cargos no Estado colombiano, de vereador e prefeito de Medelin, senador nos anos 80 e início dos 90, a governador de Antióquia a presidente de 2002 a 2010, sempre sob acusações de envolvimento com os cartéis, principalmente o de Medelin e, de ter tocado uma política totalmente subserviente aos interesses do imperialismo norte-americano enquanto presidente.

Memorando divulgado: 

http://nsarchive.gwu.edu/dc.html?doc=7048942-National-Security-Archive-Doc-22-Allegations-of

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas