Siga o DCO nas redes sociais

Documentário contra o golpe ganha prêmios em Berlim

Na tarde deste sábado, 24, o documentário “O processo”, dirigido por Maria Augusta Ramos, ganhou o grande prêmio do público no Festival de Berlim, um dos maiores do cinema mundial.
O documentário trata sobre os bastidores do golpe. Ou seja, todo processo de conspiração da corja para deposição ilegítima da presidente eleita Dilma Rousseff, mostrando a verdadeira farsa que foi o processo de Impeachment. A visibilidade do golpe que ocorreu e está ocorrendo no Brasil é muito importante. Trazer nomes de golpistas como Eduardo Cunha e Aécio Neves ajuda a esclarecer o que de fato está ocorrendo no cenário político atual.
Segundo a diretora, em reportagem ao jornalista Bruno Ghetti, “É muito relevante também o filme ser sobre um episódio histórico do Brasil e estar sendo compreendido por audiências de outras latitudes.”, demonstrando a importância da divulgação dos fatos, ainda que as tentativas de repressão, como as do golpista Mendonça Filho (em sua tentativa de barrar matérias que tratem sobre o golpe na UNB), estejam cada dia mais fortes.
É preciso que os fatos sejam expostos com clareza e veracidade, para que venha a público a forma real com que os fatos vêm acontecendo no cenário político. Tendo em vista aquilo que já se sabe, é importante lutar de maneira ampla e intensa para barrar os acontecimentos que estão por vir. Com o avanço do golpe e da intervenção militar que, pouco a pouco, dominará todos estados do país, as políticas inconstitucionais e antidemocráticas tornam-se intensificadas. Derrotar o golpe e seus avanços, bem como barrar a intervenção militar é o que deve ser feito.