Ditadura: Polícia invade gabinete de deputado do Paraná e prende 13 pessoas

Assembleia_Legislativa_do_Paraná

A extrema direita brasileira, por meio do poder judiciário, tem utilizado o pretexto da ilegalidade para perseguir apenas um grupo seleto de adversários dentro da burguesia nacional.

O caso mais recente ocorreu nesta segunda-feira, 10 de dezembro, por meio do qual a polícia invadiu o gabinete de apenas um deputado estadual do Paraná, Ademir Bier (PSD), em cumprimento a diversos mandados de busca e apreensão, além de outros mandados de prisão de pessoas ligadas a ele.

O estado de direito, que nunca gozou de tanto direito assim, está sendo cada vez mais esvaziado. Os juízes brasileiros, assumindo o espírito de verdadeiros carrascos medievais, têm proferido inúmeras decisões nas últimas semanas para perseguirem políticos específicos, sem a observância do direito de defesa.

É preciso esclarecer que se houvesse igualdade de procedimento entre todos os políticos, não restaria pedra sobre pedra no sistema. No entanto, os nobres magistrados escolhem as peças do tabuleiro que mais lhe convêm politicamente, ao passo que os políticos protegidos, em especial os que bajulam o imperialismo, são poupados.

É preciso resistir ao à ditadura do judiciário patrocinado pelo imperialismo, ou seja, é preciso lutar pelo direito de defesa e demais garantias individuais, do contrário a extrema direita encontrará um campo fértil para suas intenções.