Ditadura na CSN, 15 minutos de almoço e golpe contra Dilma: conheça o possível vice de Ciro

Benjamin Steinbruch com Doria

A imprensa golpista anunciou nesta quinta-feira (10-05) anunciou que o presidenciável Ciro Gomes do PDT (Partido Democrático Trabalhista), está articulando o empresário Benjamin Steinbruch para ser seu vice presidente.

A notícia dada pela imprensa golpistas não foi desmentida por Ciro Gomes, até porque Ciro Gomes é amigo de Steinbruch e nos últimos anos, Ciro fazia parte da folha de pagamento do empresário, ocupando o cargo de presidente da Transnordestina, uma empresa subsidiária da CSN (Companhia Siderúrgica Nacional) que é de propriedade de Benjamin Steinbruch.

Para conhecer melhor o futuro do vice de Ciro Gomes, Benjamin Steinbruch, temos que relatar o que um bispo de Volta Redonda declarou que a CSN depois de privatizada e sob o controle de Steinbruch, é uma ditadura contra os trabalhadores, pior do que na época da ditadura militar, quando a empresa era estatal.

Não é de se estranhar as declarações do bispo de Volta Redonda, pois Steinbruch, que também é vice presidente da FIESP (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) declarou durante a famigerada “reforma” trabalhista, da qual foi apoiador, de que “o trabalhador poderia muito bem ter apenas 15 minutos de almoço, usando uma mão para apertar o parafuso e outra para comer seu lanche”.

Benjamin Steinbruch está prestes a se tornar nos próximos dias o presidente da FIESP, substituindo o atual presidente Paulo SKaf. A FIESP foi a organização patronal mais entusiástica em defesa do golpe de estado no país em 2016, que despôs o governo de Dilma Rousseff do PT, através do impeachment fraudado. É a FIESP do “pato amarelo” simbolo do golpismo no Brasil, dos responsáveis pela destruição da CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas).

Diante disso, a cada dia que passa o golpe vai mostrando sua cara e seus apoiadores, e não tem mais como esconder que a candidatura “abutre” de Ciro Gomes é uma candidatura golpista e está a serviço de derrotar todo movimento de luta contra o golpe.