Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
moro e bozo2 (1)
|

Da redação – O Ministro da Justiça fascista, Sérgio Moro, ordenou nesta terça-feira (6), que a Polícia Federal investigue e enquadre na Lei de Segurança Nacional o youtuber conhecido como Vina Guerrero, que utiliza seu canal para debater política e vinha criticando o presidente fascista Jair Bolsonaro. Além disso, o Mussolini de Maringá também derrubou o canal, como podemos averiguar ao tentar achar os conteúdos de Vina no Youtube.

“Foi ainda solicitada, em vista da gravidade das ameaças e da incitação à violência, a verificação de eventual enquadramento das condutas na Lei de Segurança Nacional”, declarou o ministério em nota, referindo-se a um vídeo em que o Youtuber chama Bolsonaro de “opressor” e “covarde”, afirmando que ele deveria ser assassinado.

Trata-se de um verdadeiro método ditatorial de perseguição política.

Para elucidar melhor ainda o nível de ditadura , leia a nota do Ministério da Justiça e Segurança Pública:

O Ministério da Justiça e Segurança Pública requisitou à Polícia Federal, em 06/08/2019, a abertura de inquérito policial para a apuração de graves crimes de ameaça, incitação à violência e contra a honra praticados contra o Sr. Presidente da República, Jair Bolsonaro, por pessoa identificada como ‘Vina Guerrero’, e que foram efetuados por meio de vídeo divulgado no Youtube. Foi ainda solicitada, em vista da gravidade das ameaças e da incitação à violência, a verificação de eventual enquadramento das condutas na Lei de Segurança Nacional.

O PDT revelou sua conivência com a ditadura e decidiu afastar o filiado ao invés de denunciar a ditadura, demonstrando ser um partido completamente atrelado ao golpismo.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas