Ditadura: Ficha Limpa retira centenas de candidatos das eleições

BRAZIL-POLITICS-LULA-SEMINAR

Da redação – Dos mais de 29 mil candidatos que pediram registro para estas eleições, quase 2 mil pedidos foram rejeitados pela justiça eleitoral, segundo dados do próprio TSE. Além destes, 174 candidatos foram barrados pela Lei Ficha Limpa, uma lei que apesar de ter sido criada pelo PT, foi uma imposição da direita que foi usada contra o próprio partido que a criou.

A Lei da Ficha Limpa é uma lei que serve aos interesses da burguesia, pois facilita o controle do judiciário sobre as eleições, impedindo determinadas pessoas de se candidatar, segundo o interesse dos capitalistas. Foi a lei que tirou Lula da corrida presidencial, e agora foi usada contra diversos candidatos cujos interesses não convergiam com a da principal ala do imperialismo, sejam eles candidatos operários, de esquerda ou de um setor mais fraco da própria burguesia.

Isso revela a total ditadura do judiciário sobre as eleições. É uma demonstração, para aqueles que acham que será possível tirar algo positivo destas eleições, apesar da ameaça dos próprios militares, de que tudo isso não passa de ilusão. Estas eleições estão controladas pela direita e o imperialismo. Por isso são uma grande fraude. Por isso são um golpe.