Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
gleisi_curitiba
|

 Da redação – Nessa quinta-feira (30), a juíza de execução Carolina Lebbos, responsável pela pena do ex-presidente Lula, decidiu que a presidenta do Partido dos Trabalhadores (PT) e senadora, Gleisi Hoffman, não poderá mais atuar como advogada de Luis Inácio Lula da Silva. Com isso, ela fica impedida de visitar o ex-presidente como tal, resumindo-se a ocupar o horário de “visitas sociais” das tardes de quinta-feira. O golpe do judiciário também se estendeu ao tesoureiro do PT, Emídio de Souza, incluso no caso por Gleisi, e deve atingir Fernando Haddad e o deputado federal Wadih Damous, também advogados no caso.

Para justificar o golpe, Lebbos utilizou-se de brecha na lei que proibe o exercício da advocacia de membros do legislativo em casos que envolvem empresas de capitais mistos. Como a Petrobrás entrou como assistente de acusação na farça do Triplex, a juíza golpista aproveitou e usou o fato como pretexto.

“Nem a ditadura militar proibiu advogados de se encontrarem com presos políticos q representavam.” comentou indignada Glesi Hoffmann em seu Twitter.

Segundo nota veiculada no sítio junto com a manifestação da senadora, “a proibição reproduz mais um episódio de perseguição a Lula, restringindo seus direitos fundamentais, e demonstra a tentativa de isolar o ex-presidente de seus companheiros”.

Emídio de Souza também classificou a decisão como “mais um capítulo da perseguição” a Lula. “Não se pode cercear o advogado na defesa de seus clientes. Vamos recorrer”, disse.

Os golpistas farão de tudo para boicotar a candidatura de Lula. Não é possível, pois, acreditar em qualquer ganho popular por meio do judiciário. É preciso ir para as ruas lutar contra o golpe, pela Liberdade de Lula e por Lula Presidente.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas