Juiz, só se for nazista
Está escancarado que o alto escalão da justiça brasileira é atrelado aos interesses do regime golpista comandado pelos EUA.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
bolso00 (1)
O banquete de militares, juízes e o presidente nazista | Foto: reprodução GGN/ Nassif

O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), decidiu de forma ditatorial nesta terça-feira (25) aplicar uma pena de censura à procuradora da República no Rio de Janeiro Paula Cristine Bellott, que postou charges criticando o presidente golpista Jair Bolsonaro no Facebook.

Em uma das charges postadas pela procuradora, Bolsonaro aparece lambendo os pés do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Paula Bellot ainda escreveu: “Bolsonaro é um miserável e quer que nós nos tornemos iguais a ele”.

A procuradora, que levará em sua ficha funcional a penalidade, é mais um caso de perseguição política típica de ditaduras controladas pelo imperialismo e seus juízes capachos. E mais, para além do atual momento, quando quiser pleitear progressões na carreira ou futuros cargos, com certeza será excluída pelos militares nazistas que hoje comandam o governo e seus órgãos de espionagem.

Está escancarado que o alto escalão da justiça brasileira está atrelada ao regime. Opinião de juiz só é aceita se for nazista. Quem se contrapõe ao regime é perseguido.

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas