Siga o DCO nas redes sociais

Ditadura da Colômbia
Ditadura colombiana assassina mais um líder de esquerda
Robert Hurtado Victoria, ex-gruilheiro das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia e militante do partido das FARC, foi um dos assinantes do acordo de paz de 2016
EYki-bjVcAEiUn6
Ditadura da Colômbia
Ditadura colombiana assassina mais um líder de esquerda
Robert Hurtado Victoria, ex-gruilheiro das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia e militante do partido das FARC, foi um dos assinantes do acordo de paz de 2016
Robert Hurtado Victoria. Foto: FARC/Twitter
EYki-bjVcAEiUn6
Robert Hurtado Victoria. Foto: FARC/Twitter
Da redação

Da redação – Robert Hurtado Victoria, membro do partido das FARC e ex-guerrilheiro, foi assassinado nessa quinta-feira. Robert foi um dos assinantes do acordo de paz fajuto de 2016, que só serviu para o desmantelamento da guerrilha e a posterior perseguição aos guerrilheiros.

Robert estava em sua casa em Munguido na madrugada de quarta para quinta, quando um grupo de homens armados invadiu sua residência e o assassinou. O ex-guerrilheiro, que trabalhava como serralheiro, deixou a mulher e três filhos.

Só nessa semana, pelo menos quatro ex-guerrilheiros das FARC foram assassinados. Já são 197 assinantes do acordo de paz assassinados. Hoje, o partido das FARC que surgiu da guerrilha, declarou nas redes sociais que 23 pessoas ligadas ao partido estão desaparecidas.

Leia Também  Policiais acusados de matar de George Floyd têm fiança de US$1 mi