Promiscuidade com a direita
A Frente Ampla dá mais um passo para demonstrar aquilo que de fato é, realizando atos com os elementos mais direitistas e reacionários da apodrecida política golpista
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Jose_Sarney_Michel_Temer_Beto_Barata_PR
Elementos notoriamente reacionários e direitistas compõem e/ou apoiam a Frente Ampla | Foto: Beto Barata

O movimento denominado “Direitos Já” agendou para hoje, dia 26, a realização de um comício virtual, no qual deveriam participar, como convidados, elementos do mais fino talhe burguês, reacionário e golpista, representantes “ilustres” da carcomida, velha, corrupta e apodrecida política nacional. Ninguém menos do que os senhores José Sarney e Michel Temer estariam dividindo a tela virtual do evento com outros golpistas como FHC, Ciro Gomes e outros de menor cor e brilho, como o apresentador global bolsonarista, Luciano Huck. Também o agora ex-presidente do Supremo Tribunal Federal, o ministro Dias Toffoli, estaria presente como convidado.

Depois de confirmarem participação no palanque virtual, os ex-presidentes biônicos, não eleitos, José Sarney e o traidor e golpista Michel Temer, assim como o ex-presidente do STF (Supremo Tribunal Federal) Dias Toffoli, declararam que não mais participarão do evento  virtual proposto pelos artífices da Frente Ampla. Todavia, a desistência dos “ilustres” convidados aparece como um fato de menor importância, pois o que importa mesmo é o convite feito a esses elementos, o que revela o verdadeiro caráter político e ideológico da “Frente Ampla”, cada vez mais inclinada à direita, com pitadas do mais puro reacionarismo neoliberal-golpista.

As diversas iniciativas que surgiram no último período (Manifestos “Juntos”, “Somos 70%”, “Direitos Já”) representam a reação de um setor da burguesia e da direita tradicional à polarização política que se desenvolve na conjuntura, particularmente com o crescimento dos atos e protestos de rua, expressos por setores proletarizados da população e das massas populares contra a extrema-direita e o governo de Bolsonaro. O papel da Frente Ampla é cada vez mais claro no sentido de baixar a temperatura política, evitando o choque e o confronto direito das massas operárias e populares com o conjunto do regime burguês-golpista. No interior da Frente Ampla, essa contribuição à política de convivência pacífica e democrática (como se isso fosse possível) com o bolsonarismo e a extrema-direita vem sendo levada pela ala “esquerda” da Frente, mais especificamente pelo senhor Guilherme Boulos (Psol), notório desorganizador de atos de protesto contra o que ainda resta de apoiadores do presidente fascista, fraudulento, Jair Bolsonaro.

O movimento “Direitos Já” é, na verdade, mais uma ação da política de setores da direita, travestidos de “democratas”, impulsionadores da Frente Ampla, composta por elementos dos  velhos partidos desmoralizados e impopulares (PSDB, DEM, MDB) que ainda servem de abrigo para os representantes da velha e carcomida política nacional, com o apoio de setores da esquerda pequeno-burguesa, parlamentar e centrista (PCdoB, Psol, PDT, PSB, REDE), cujo único propósito é atuar como elemento de pressão para evitar os “excessos” do bolsonarismo, controlando os ímpetos golpistas e autoritários do presidente de extrema-direita.

Em oposição a essa política de prostração e capitulação à direita reacionária e bolsonarista, está colocada a necessidade de denunciar implacavelmente o caráter antipopular e golpista da Frente Ampla e dos movimentos pretensamente oposicionistas ao bolsonarismo e à extrema-direita. A única posição verdadeiramente consequente e progressista, que neste momento se coloca em franca e aberta oposição e luta contra o governo direitista da burguesia e do grande capital nacional e imperialista são os movimentos que ocupam as ruas de todo o país, composto pelos setores populares e operários das massas empobrecidas, que se mobilizam em defesa das suas condições de vida, atacadas pela direita e pelos neoliberais golpistas.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas