A análise na íntegra do documento da condenação do ex-presidente Lula escancara, para que qualquer um possa ver, o nível de perseguição política do qual o ex-presidente é alvo. Todas as contestações foram ignoradas.

No que se refere à contestação de que foi negado ao ex-presidente o direito de ampla defesa e a forma como foram conduzidos os inquéritos por Moro, o TRF-4 entendeu que o simples fato de ser oferecido a ele o “direito de permanecer em silêncio” já seria liberdade.

Isso deixa claro que a verdade é que não existe direito de defesa para Lula, afinal, para que esse direito possa existir é preciso que o acusado possa se defender, o que não é possível fazer de boca fechada. Deixa também claro que o que os golpistas querem é exatamente o que parece: calar a boca de Lula, mas não apenas a dele, como de todo o povo brasileiro, para aprofundar ainda mais a ditadura que vivemos no País.

Send this to a friend