Direita sempre à vontade: prefeitura de tucano Bruno Covas restringe poderes de Controladoria em São Paulo

Doria anuncia mudanças estruturais na organização administrativa

A base do PSDB na Câmara Municipal de São Paulo conseguiu aprovar projeto de lei golpista que visa atacar e restringir duramente a Controladoria do Município, cuja finalidade é prevenir e combater a corrupção, promover a transparência e melhorar a qualidade dos serviços municipais.

O texto aprovado segue para análise do herdeiro político de João Doria, o prefeito em exercício Bruno Covas (PSDB), inclusive, vale destacar que foi o próprio Covas o responsável por apresentar o projeto de lei.

Curiosamente, o projeto de lei foi piorado pelo Vereador João Jorge (PSDB), líder do governo na Câmara Municipal. Demonstrando que a estratégia do governo é de maquiar a degradação dos dispositivos legais em etapas.

A Controladoria municipal foi criada pela gestão de Haddad em 2013, e teve papel fundamental na apuração de esquemas de desvios milionários, dentre eles a Máfia do ISS, que utilizava a clássica tática da corrupção da burocracia burguesa, na qual fiscais da prefeitura recebiam propinas dos tubarões capitalistas do setor de serviços, tal como a construção civil, que por sua vez, recebiam vantajosos descontos nos impostos municipais.

A continuidade da gestão Doria, na figura do atual prefeito, é atuar para por limite à Controladoria em função do interesse direto da prefeitura ao estabelecer uma hierarquia administrativa que, em última instância, atribui a palavra final ao próprio prefeito.

O enfraquecimento do órgão é denunciado por diversos especialistas em direito administrativo, de gestão pública e democrática, e representa um retrocesso para o município.

É preciso abrir os olhos da população trabalhadora que em tempos de golpe de estado a Direita fica totalmente à vontade para realizar todos os tipos de arbitrariedades e atentados contra a coisa pública em função do interesse privado. Fora Dória e toda sua corja golpista na administração da prefeitura da capital paulista!