Direita sem votos: Bolsonaro corre para o TSE para tentar tirar Lula das eleições

bolsonaro

Da redação – O candidato do PSL à Presidência, o fascista Jair Bolsonaro, apresentou nesta quinta-feira, 16, mais uma impugnação ao registro da candidatura do ex-presidente Lula, demonstrando que a burguesia alinhou diversos representantes para apresentar o mesmo tipo de ação contra o petista.

Os advogados de Bolsonaro, como todas as outras seis ações contra o petista, estão debruçados sobre a Lei da Ficha Limpa, exigindo o reconhecimento da inelegibilidade de Lula e o consequente indeferimento do registro de candidatura. O candidato da extrema-direita, que a burguesia historicamente guarda como “carta na manga”, não tem votos suficientes para bater o ex-presidente, pois, a classe trabalhadora brasileira é gigantesca e por isso correu para retira-lo das eleições.

Esse tipo de perseguição dentro das eleições burguesas no Brasil parece ser inédito: as três instâncias do poder constitucional burguês brasileiro – Legislativo, Executivo e Judiciário -; o Ministério Público Federal; figuras colocadas pelo imperialismo na Polícia Federal; partidos de direita;  extrema-direita; movimentos como MBL, diretamente financiados pelo imperialismo; grandes empresários e suas organizações, como a FIESP; todos contra o candidato da classe trabalhadora brasileira, Luiz Inácio Lula da Silva (PT).