Transporte Público
Os governos estaduais e municipais têm promovido cortes de linhas e reduzido a lotação do transporte público. Contudo, a superlotação permanece nas grandes cidades.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
superlotação
Superlotação no transporte público de Belo Horizonte (MG). Foto: Reprodução. |

Os governos estaduais e municipais, em resposta à expansão acelerada da epidemia do coronavírus, têm determinado o fechamento de bares, restaurantes, shoppings e a redução na lotação máxima do transporte coletivo e cortado linhas de trens e ônibus. No Rio de Janeiro, o governador de extrema-direita Witzel (PSC) aproveitou-se da situação e atacou os estudantes, com a determinação do corte do passe livre estudantil. Sete prefeitos da região do grande ABC paulista optaram por suspender temporariamente o transporte municipal. Na capital do RJ, os transportes vão funcionar com 50% da capacidade. Na UFMG, a linha para a universidade foi cortada.

Os cortes de linhas promovidos pela direita nada têm feito para atacar o problema da superlotação do transporte público, um problema crônico em especial nas grandes metrópoles do país.

No Rio, situação particularmente aguda, os transportes têm circulado com a mesma superlotação, onde milhões de pessoas se amontoam dentro dos ônibus, trens e metrôs, comparados com latas de sardinha. Os trabalhadores quando perguntados sobre a situação esclarecem que não têm escolha, uma vez que dependem do transporte público para trabalhar, mesmo que a epidemia esteja em franca expansão.

A superlotação do transporte público é uma política genocida, que tende a fornecer as condições propícias para o contágio de amplas parcelas da população. O Partido da Causa Operária propõe o aumento da frota de ônibus e a criação de novas linhas de transporte como medidas necessárias para impedir a superlotação de trens, ônibus e metrôs. A superlotação dos transportes é um grande perigo para a população.

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas