Direita prepara nova operação Condor? Jungmann assina “cooperação” entre polícias do Brasil e da Argentina

jungmmann

Da redação – O ministro golpista da Segurança Pública, Raul Jungmann, assinou, nessa terça-feira (31) o Acordo Operacional entre a Polícia Federal e a Direção Nacional de Migração Argentina. Esse acordo permite que os membros da Ameripol ajam além das suas fronteiras, com a suposta finalidade de “cooperação mútua para conter o crime”.

O fato de a Interpol ser um desses membros, contudo, deixa claro a real finalidade do acordo: legalizar a intervenção militar imperialista em solo brasileiro e argentino.

A Argentina de Macri já está sob estado de intervenção militar nacional e o Brasil segue o mesmo rumo. Tudo isso é sinal de um processo de aprofundamento do golpe latino-americano imposto pelo imperialismo, indicando a formação de novas ditaduras militares para conter a organização popular e justificar o terrorismo de Estado sob alegação de “defesa da segurança nacional”.

É preciso, pois, lutar contra a intervenção militar imperialista na América Latina, lutar contra o golpe, lutar pela Liberdade de Lula e por Lula Presidente. Os atos de 10 e 15 de agosto serão ferramentas fundamentais da medição da força do povo frente às investidas golpistas. Só o povo organizado e mobilizado pode garantir a vitória sobre o golpe imperialista.