Cinismo
A direita brasileira e mundial “esqueceu” da ciência para abrir a economia em todo mundo e agora “lembra” dela para afastar o uso da vacina russa
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
diretor-geral-da-oms-tedros-adhanom-ghebreyesus-durante-entrevista-coletiva-em-genebra-1581079214498_v2_1920x1244
Diretor geral da OMS | Foto: reprodução

O diretor assistente da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas, o “braço” da OMS na América), Jarbas Barbosa afirmou nesta terça, 11, durante entrevista coletiva, que a Organização Mundial de Saúde (OMS) irá revisar todo o processo de desenvolvimento da vacina russa antes de recomendar a sua utilização. Barbosa afirmou que a organização só irá recomendar após receber os resultados clínicos das fases 1, 2 e 3, e que “não há vacina 100% eficaz”, destacando que em todos os casos será preciso analisar e descobrir de quanto exatamente é a proteção dada por elas.

A declaração do diretor da Opas está em consonância com a linha editorial de diversos órgãos da imprensa capitalista que procuram questionar de antemão a vacina desenvolvida pela Rússia. Sob a aparência de uma “cautela científica” e de uma “responsabilidade com a população” o que se vê é uma grande preocupação em afastar a possibilidade do uso de tal vacina ao invés de vê-la como uma possibilidade real para combater um vírus que já matou centenas de milhares em todo mundo. Se por um lado a suposta cautela serviria para não afirmar que tal vacina seria a salvação para uma pandemia que atinge todo o mundo capitalista, por outro lado, essa cautela exigiria um enorme esforço mundial para averiguar tal possibilidade.

É certo que há uma preocupação dos órgãos de imprensa pró-imperialistas, assim como pela própria OMS de afastar a possibilidade do uso de tal vacina, uma vez que ela representaria uma vitória política para a Rússia, um país que não está entre os países centrais da economia capitalista e que sofre uma intensa campanha de difamação e de bloqueios econômicos pelo imperialismo norte-americano e europeu. Tal disputa se assemelha em alguns aspectos com a chamada “corrida espacial” durante a “guerra fria” quando se procurava a todo custo afirmar a superiodade capitalista sobre a União Soviética. É certo que o desenvolvimento da vacina é herança do desenvolvimento científico alcançado pelo antigo Estado operário.

Importante notar que a tal “cautela” não apareceu quando governos capitalistas em todo mundo, com o apoio da OMS, resolveram abrir o comércio e as atividades econômicas levando à morte de mais centenas de milhares de trabalhadores em todo mundo. Tudo isso para que os grandes capitalistas não percam mais dinheiro durante a pandemia. A abertura econômica não foi comprovada como segura por nenhuma pesquisa científica, no entanto, isso não impediu os governos capitalistas de a adotarem de forma cínica, realizando um genocídio em todo mundo.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas