Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

A direita pró- imperialista na Venezuela, liderada pela MUD, anunciou que irá boicotar as eleições presidenciais chamadas pela Assembleia Nacional Constituinte para o dia 22 de Abril, que segundo eles são fraudulentas e ilegítimas. “Não contem com a Mesa da Unidade Democrática nem com o povo para aprovar o que, até agora, é apenas um simulacro fraudulento e ilegítimo de eleição presidencial”, anunciou o capacho dos norte-americanos Ángel Oropeza.

O posicionamento não é novidade para ninguém. Diante das diversas tentativas de golpe de Estado contra o governo venezuelano, liderado por Nicolás Maduro, e de suas sucessivas derrotas, a direita optou em não concorrer em pé de igualdade para não demonstrar seu fracasso. Assim, também optaram pelo boicote da as eleições para a Assembleia Constituinte. A impopularidade da direita ficou claro nas últimas eleições estaduais, onde o chavismo ganhou mais de 80% dos governos de estado no país.

Se boicotam as eleições presidenciais é porque já sabem que vão perder. Na verdade, estando consciente que não tem mais nenhuma alternativa pela via democrática-eleitoral, o imperialismo na Venezuela está optando por uma intervenção militar no país, com o apoio da imprensa capitalista internacional. O posicionamento das forças armadas pelo governo golpista na fronteira com a Venezuela comprova este fato. E isto acontece ao mesmo tempo em que no Brasil se tem uma ameaça urgente de golpe militar.

Para aqueles que achavam que a política do imperialismo nos anos de chumbo tinham acabado, doce ilusão. A degradação histórica do capitalismo não permite mais nenhum tipo de democracia no planeta. Por isso, a luta democrática e anti-imperialista da classe operária é fundamental na atual etapa do desenvolvimento histórico. Fora o Imperialismo da Venezuela!

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas