Golpistas no poder
A volta às aulas já é uma decisão tomada, uma exigência do comércio, dos bancos, dos setores dos transportes, e dos donos de escolas e faculdades.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
frame-00-00-01.069 (1)
É preciso derrotar os golpistas e deter o genocídio das crianças. | Foto: Reprodução

A volta às aulas já é uma decisão tomada, uma exigência do comércio, dos bancos, dos setores dos transportes, e dos donos de escolas e faculdades. Márcio França promete aulas aos finais de semana e feriado para recuperar atrasos da pandemia e 100% das crianças em creches.

A decisão da direita golpista em SP promete massacrar crianças, ignora a mais completa ausência de vacinas, medidas sanitárias e, o número crescente de mortos pela covid – 19 que, já a tinge 150 mil mortos no país.

Uma exigência que vem do alto, das camadas que controlam o mercado. Assim, em plena campanha para Prefeito, o Candidato do PSB à Prefeitura de São Paulo compareceu a uma missa e a uma comemoração ao dia das crianças neste sábado (12) e, logo a seguir anunciou a volta às aulas em que pese que os dados estatísticos desautorizam, terminantemente o retorno.

A direita golpista se expressa através de Márcio França (PSB) faz campanha na Zona Leste de SP e, anunciou o retorno as aulas. O candidato do PSB à Prefeitura de São Paulo, vai além, Márcio França, afirmou neste sábado (12) que, caso seja eleito, fará com que as crianças frequentem as escolas aos finais de semana e feriados em 2021 para recuperar o conteúdo perdido neste ano por conta da pandemia do coronavírus.

Não importam os 150 mil mortos: “Hoje é dia das crianças e a gente queria muito falar com as crianças que ano que vem elas vão ter que ter aula todo dia: final de semana, sábado, domingo, feriado. Para compensar esse período que elas estão paradas. Claro que desde que haja a vacina. Mas não está certo as crianças que não têm recurso ficarem atrasadas em relação aos outros. A grande maioria não tem tablet, não tem wifi. Então quem tem dinheiro está adiantando, quem não tem está cada vez mais difícil”, disse.

A notícia que é uma verdadeira ameaça de extermínio de crianças pobres e dita abertamente em praças, ruas e templos. Márcio França (PSB) participou de missa em homenagem à Nossa Senhora Aparecida no feriado e, depois, foi até o bairro de Sapopemba, na Zona Leste, onde visitou uma comunidade e participou de uma comemoração ao dia das crianças anunciando as intenções genocidas.

Para Márcio França (PSB) não basta o retorno sem vacinas. O candidato também prometeu zerar a fila para vagas em creches na cidade e melhorar a infraestrutura das escolas para alunos do ensino médio.

Disse aos quatro ventos: “A gente quer creche para todo mundo. Tem 17 mil crianças em São Paulo que estão sem creche. E não é possível a gente não ter essa garantia. Nós precisamos completar no final do primeiro ano 100% de creche para as crianças. E para os alunos do ensino médio, depois do fundamental II, garantir para todo mundo que tenha lousa digital, ar condicionado e as condições para eles poderem fazer uma faculdade de graça ou um curso técnico. Dá para fazer agora com o sistema EAD [ensino à distância]. Ele é mais barato e agora todo mundo aprendeu a conviver com EAD.

É preciso derrotar os golpistas e deter o genocídio.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas