Menu da Rede

Golpistas no poder

Direita golpista em SP promete massacrar crianças

A volta às aulas já é uma decisão tomada, uma exigência do comércio, dos bancos, dos setores dos transportes, e dos donos de escolas e faculdades.

Tempo de Leitura: 2 Minutos

É preciso derrotar os golpistas e deter o genocídio das crianças. – Foto: Reprodução

Publicidade

A volta às aulas já é uma decisão tomada, uma exigência do comércio, dos bancos, dos setores dos transportes, e dos donos de escolas e faculdades. Márcio França promete aulas aos finais de semana e feriado para recuperar atrasos da pandemia e 100% das crianças em creches.

A decisão da direita golpista em SP promete massacrar crianças, ignora a mais completa ausência de vacinas, medidas sanitárias e, o número crescente de mortos pela covid – 19 que, já a tinge 150 mil mortos no país.

Uma exigência que vem do alto, das camadas que controlam o mercado. Assim, em plena campanha para Prefeito, o Candidato do PSB à Prefeitura de São Paulo compareceu a uma missa e a uma comemoração ao dia das crianças neste sábado (12) e, logo a seguir anunciou a volta às aulas em que pese que os dados estatísticos desautorizam, terminantemente o retorno.

A direita golpista se expressa através de Márcio França (PSB) faz campanha na Zona Leste de SP e, anunciou o retorno as aulas. O candidato do PSB à Prefeitura de São Paulo, vai além, Márcio França, afirmou neste sábado (12) que, caso seja eleito, fará com que as crianças frequentem as escolas aos finais de semana e feriados em 2021 para recuperar o conteúdo perdido neste ano por conta da pandemia do coronavírus.

Não importam os 150 mil mortos: “Hoje é dia das crianças e a gente queria muito falar com as crianças que ano que vem elas vão ter que ter aula todo dia: final de semana, sábado, domingo, feriado. Para compensar esse período que elas estão paradas. Claro que desde que haja a vacina. Mas não está certo as crianças que não têm recurso ficarem atrasadas em relação aos outros. A grande maioria não tem tablet, não tem wifi. Então quem tem dinheiro está adiantando, quem não tem está cada vez mais difícil”, disse.

A notícia que é uma verdadeira ameaça de extermínio de crianças pobres e dita abertamente em praças, ruas e templos. Márcio França (PSB) participou de missa em homenagem à Nossa Senhora Aparecida no feriado e, depois, foi até o bairro de Sapopemba, na Zona Leste, onde visitou uma comunidade e participou de uma comemoração ao dia das crianças anunciando as intenções genocidas.

Para Márcio França (PSB) não basta o retorno sem vacinas. O candidato também prometeu zerar a fila para vagas em creches na cidade e melhorar a infraestrutura das escolas para alunos do ensino médio.

Disse aos quatro ventos: “A gente quer creche para todo mundo. Tem 17 mil crianças em São Paulo que estão sem creche. E não é possível a gente não ter essa garantia. Nós precisamos completar no final do primeiro ano 100% de creche para as crianças. E para os alunos do ensino médio, depois do fundamental II, garantir para todo mundo que tenha lousa digital, ar condicionado e as condições para eles poderem fazer uma faculdade de graça ou um curso técnico. Dá para fazer agora com o sistema EAD [ensino à distância]. Ele é mais barato e agora todo mundo aprendeu a conviver com EAD.

É preciso derrotar os golpistas e deter o genocídio.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Send this to a friend