Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Alguns bairros na cidade de Ananindeua no estado do Pará sofrem com a falta de água já há três semanas. Segundo relatos, a água aparece às 4h00 e depois some às 5h30, alguns moradores se valem da boa vontade dos vizinhos ou aproveitam a água da chuva.

Essa notícia parece ter saído direto dos anos 90, porém, a notícia é de 2018. As consequências do golpe de Estado em andamento que derrubou Dilma Rousseff da presidência em 2016 e que está colocando Lula na cadeia e se aprofunda em direção a um golpe militar já podem ser vistas. A política de terra arrasada e liquidação total da economia fazendo com o que os mais pobres sofram está a todo o vapor mesmo com todas dificuldades que o governo golpista encontra.

O Brasil já perdeu o pré-sal, a Petrobrás está em vias de ser liquidada, a Eletrobrás vai ser vendida por um valor muito abaixo do mercado. Ananindeua é só mais um exemplo de lugares que sentem na pele os ataques da direita golpista. E o expediente é quase sempre o mesmo; eles cortam os investimentos, sucateiam, desvalorizam e contam com o apoio da imprensa para vender a ideia de que o fato de ela ser propriedade do estado são os motivos de tantos problemas.

No momento em que a direita colocou o golpe de Estado em andamento em uma conspiração com o imperialismo o povo já estava condenado. Tudo para salvar os lucros de meia dúzia de capitalistas, o sistema está pronto para matar as pessoas de sede, de fome, das doenças que a falta de água provoca ou agrava. É preciso uma imensa mobilização contra a direita golpista e os seus planos de devastação total da nossa economia. É preciso lutar contra a prisão de Lula e a ameaça iminente de um golpe militar.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Relacionadas