Ditadura
A esquerda precisa prestar atenção ao avanço dessas ações ditatoriais, pois, hoje é contra a direita, amanhã, contra o povo e a esquerda
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
direita
Foto: Rovena Rosa / Agência Brasil |

Da redação – O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), afirmou nesta segunda-feira (4) que orientou a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) a penalizar as carreatas e buzinaços que acontecerem nas regiões dos hospitais da capital.

Essas manifestações feitas por bolsonaristas contrários ao governador do estado, João Doria (PSDB), e ao isolamento social como medida para combater o novo coronavírus, demonstra, inicialmente, um racha dentro da burguesia.

Segundo, é importante dizer que, ações ditatoriais em meio ao golpe, começam na direita e acabam na esquerda. É preciso lembrar que nas semanas passadas, Doria mencionou que iria sancionar lei para que a polícia penalizasse pessoas em aglomerações quaisquer nas ruas. A punição seria em torno de multas e até mesmo prisão.

A esquerda precisa prestar atenção ao avanço dessas ações ditatoriais. O possível racha entre esta extrema-direita, será usada agora como argumento para prender fascistas de direita que ataquem médicos. Porém, a verdadeira política que está sendo levada à cabo aqui, é que, com o aumento de mortes por falta de política da direita, o povo irá se levantar cada vez mais, e, assim, as manifestações da esquerda serão criminalizadas.

É preciso que a esquerda haja rápido, mobilizando o povo através de seus anseios imediatos, pois estes, estão sendo aniquilados nas periferias do Brasil. Antes que a ditadura se imponha, a vontade do povo deve prevalecer nas ruas!

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Relacionadas