Mato Grosso
No município de General Carneiro (MT), a direita tem espalhado mensagens e aúdios no Whatsapp que buscam responsabilizar os indígenas pela pandemia do Covid-19
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
indigenas-e-covid-19-1588266313116_v2_1140x761
Indígena usando máscara | Foto: Reprodução

A direita fascista busca se aproveita da pandemia para avançar no ataque aos povos indígenas no estado do Mato Grosso. Na cidade de General Carneiro, interior do estado, a direita está espalhando mensagens e áudios no Whatsapp que responsabilizam os indígenas pelos casos de coronavírus registrados na cidade. O município registrou 160 casos confirmados da doença, sendo que 117 eram de indígenas. Em relação às mortes, sete foram registradas, seis eram de indígenas, três da etnia xavante e três da bororo. Parte importante da população desta cidade é composta por povos xavante e bororo.

Um comentário postado no grupo de notícias “General Notícias Regiões” no Whatsapp diz: “Ô, companheiro, isso daí só é índio, rapaz… não é gente, não (…). Dentro de General mesmo, o número de infectados é muito pouquinho, graças a Deus. Agora os índios… esse povo aí é sem cultura, sem religião, quem dá conta desse povo aí?“.

Outro comentário vai no mesmo sentido: “Palhaçada esse tanto de casos positivos (de covid-19) em General. Estou vendo que essa ‘porra’ desse lugar vai fechar por causa desses índios (…). Não estou aguentando esses capetas desses índios na porta de casa pedindo comida 24 horas”, disse uma moradora do município.”

Os indígenas são comparados com animais e é dito que deveriam ser trancados nas aldeias para morrer de coronavírus. “Tem que fechar as aldeias, né? Chegar lá, colocar a polícia lá e travar tudo. Teriam que fechar as aldeias para esses ‘bichos'”.

Os indígenas relataram apreensão com as mensagens e o medo de invasão das aldeias e agressões físicas.

Os latifundiários são os responsáveis pela disseminação de mentiras contra os povos indígenas no MT. O interesse deles é colocar a população contra os indígenas e construir uma base de apoio para avançar na tomada de suas terras. O eixo central da questão é um só: a luta pela terra.

A tentativa de responsabilização dos povos indígenas pela pandemia do COVID-19 é uma maneira de justificar a permanente violação de seus direitos e a perseguição crescente a suas lideranças. O apoio dos latifundiários é fundamental para a sustentação do governo Jair Bolsonaro e  de todos os governos estaduais de direita, expressões do golpe de Estado.

Desde o início da pandemia, o movimento indígena tem denunciado sistematicamente a total falta de auxílio sanitário e social aos povos indígenas e seu abandono à mercê do coronavírus. Fala-se no genocídio contra os povos indígenas. A extrema-direita fascista que controla o Estado esquiva-se de qualquer responsabilidade, uma vez que a morte massiva de indígenas facilita a tomada de suas terras pelos latifundiários.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas