Siga o DCO nas redes sociais

Entrega das estatais
Direção bolsonarista da Petrobrás quer fechar unidade de Sergipe
O golpista Bento Albuquerque, ministro das Minas e Energia, do governo ilegítimo do fascista Bolsonaro, quer mudar a sede da Petrobrás de Aracajú; estão preparando o desmonte
predio da petrobrás - 10-01-2019
Entrega das estatais
Direção bolsonarista da Petrobrás quer fechar unidade de Sergipe
O golpista Bento Albuquerque, ministro das Minas e Energia, do governo ilegítimo do fascista Bolsonaro, quer mudar a sede da Petrobrás de Aracajú; estão preparando o desmonte
Sede da Petrobrás. Foto: Reprodução
predio da petrobrás - 10-01-2019
Sede da Petrobrás. Foto: Reprodução

O desmonte da Petrobrás está sendo realizado a todo o vapor, porém as medidas estão sendo feitas por debaixo do pano.

Um artigo de quinta-feira (09) da Federação Única do Petroleiros diz que a Petrobrás pretende fechar, até março, a sede localizada na rua Acre, em Aracajú, capital do estado de Sergipe, transferindo-a para Carmópolis, conforme informações do ministro das Minas e Energia, o golpista Bento Albuquerque, um dos pares do fascista Bolsonaro. Bento, ao ser indagado se a petrolífera está saindo de Sergipe, disse cinicamente que, no momento, tal tema “não está em discussão”.

Se utilizando de manobras para esconder o interesse de entregar todas as unidades da Petrobrás, o ministro golpista, através da direção da Petrobrás, respondendo à indagação de um deputado federal sergipano, vem com o discurso de que “a otimização de custos em processos e atividades, um esforço das equipes de trabalho que atendem diretamente aquela unidade em um único ambiente, para melhor alcance de resultados, buscando maior eficiência, racionalidade e sustentabilidade do negócio”.

A farsa é desmontada a partir do momento em que, em balanço da Petrobrás referente aos nove meses do ano de 2019, o lucro líquido foi de R$ 32 bilhões, mais de R$ 8 bilhões acima do valor auferido no mesmo período de 2018, que teve um lucro de R$ 23,7 bilhões.

A luta contra a entrega de todo o patrimônio do povo brasileiro tem que se intensificar

No final do ano 2019, os petroleiros realizaram uma paralisação contra a entrega empresa, principalmente das refinarias, pois os golpistas do governo e o fascista Bolsonaro, capacho do imperialismo, principalmente o norte-americano, querem entregar toda a Petrobrás, dar de graça para esses abutres imperialistas, para, posteriormente, comprar de volta o produto refinado, tanto a gasolina, o óleo diesel, bem como o gás a preço de ouro.

O ilegítimo e fraudulento Bolsonaro se pronunciou diante da entrega das refinarias, que será no início deste ano, principalmente às do nordeste e Sergipe é um polo considerado de referência em exploração e produção de petróleo em águas profundas e ultraprofundas inclusive, com grandes reservas de gás natural.

O deputado do PDT disse não concordar com a redução das atividades no Estado, falou em conversar com os deputados de Sergipe, cuja sua grande maioria é golpista, estes mesmos golpistas que já entregaram a TransPetro.

É necessário, no entanto a mobilização do conjunto dos trabalhadores, da Federação Única dos Petroleiros (FUP), da Central Única dos Trabalhadores (CUT), das direções de trabalhadores de todas as demais estatais do país, pois o objetivo do lambe-botas do imperialismo norte-americano, o fascista Bolsonaro e sua equipe de lacaios, é de entregar, não só a Petrobrás, mas os bancos estatais, inclusive o Banco Central, a Casa da Moeda, os Correios e muito mais.

É preciso, inclusive, mobilizar o conjunto da população para a retirada de Bolsonaro, cancelar todos os processos de Lula e chamar eleições gerais.