EUA avançam a contra Venezuela
Trata-se da implementação de uma fase superior de agressão contra a Venezuela, isto é, a evolução dos ataques econômicos para a invasão militar.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
presidente-dos-eua-donald-trump-em-washington-1589921781731_v2_1920x1080
Presidente estadunidense, Donald Trump | Créditos: Yuri Gripas

Em sua conta do Twitter, nesta segunda-feira, 17, Samuel Moncada, embaixador da Venezuela na Organização das Nações Unidas (ONU) denunciou os planos dos Estados Unidos contra a Venezuela: trata-se da implementação de uma fase superior de agressão contra a Venezuela, isto é, a evolução dos ataques econômicos para a invasão militar.

“(Presidente dos EUA, Donald) Trump inicia uma fase superior de agressão contra a Venezuela. A campanha de ‘pressão máxima’ vai além do terrorismo econômico e se move para a dimensão militar”, disse Samuel Moncada.

Além dessa declaração, Moncada indicou que os Estados Unidos tentarão a emboscada em outubro, antes das eleições estadunidenses marcadas para novembro, e salientou que o governo venezuelano deve se preparar para a essa nova provocação. O diplomata também publicou um vídeo, revelando como o mandatário estadunidense e seus porta-vozes pretendem fazer do bloqueio econômico um mecanismo para debilitar ainda mais a Venezuela antes de lançar a invasão militar.

Por conseguinte, em outra mensagem, Moncada destaca que serão os Exércitos da Colômbia e da América Central os encarregados de executar a “ocupação militar” contra a Venezuela, sob ordens diretas de Washington.

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Relacionadas