Menu da Rede

Diferença salarial no Brasil é de aproximadamente 60%

Tempo de Leitura: < 1

Publicidade

A falta de desenvolvimento do capitalismo brasileiro deixa as contradições da sociedade muito mais claras, colocando os negros e mulheres em uma situação de degradação muito maior do que os homens brancos. Esta diferença, com o golpe de Estado, se aprofunda ainda mais.

O Instituto Locomotiva fez estudo, publicado em fevereiro de 2018, que mostra que o salário de uma mulher negra é 26,5% menor que o de uma mulher branca, sendo 56,4% menor se compararmos comum homem branco.

“Homens brancos com curso superior ganham, em média, R$ 6.590. O salário médio das mulheres brancas é de R$ 3.915. Já as mulheres negras têm a menor renda entre as trabalhadoras com ensino superior. A renda média delas é de R$ 2.870, enquanto os homens negros com curso superior ganham R$ 4.730” segundo Renato Meirelles, responsável pelo estudo.

As desigualdades no país só aumentam com o golpe de Estado e o povo corre o risco agora de ver um genocídio dos negros em um nível jamais visto no país, caso seja efetivado o golpe militar que está sendo desenvolvido no país. Assim, não devemos tirar o foco da luta contra o golpe para lutar contra a injustiça salarial e as demais injustiças que serão feitas no país.

Populares na Rede
[wpp range="last24h" limit="3"]
NA COTV

19 de Junho - Cobertura AO VIVO (Manhã)

304 Visualizações 55 minutos Atrás

Watch Now

Send this to a friend