Carestia no Brasil
De acordo com o Instituto o trabalhador brasileiro gastou quase 60% do salário mínimo líquido para comprar os alimentos básicos para uma pessoa no ano passado
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
cesta basica
Cestas básica tem aumento significativo | Foto: Reprodução

Sputnik – O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômico (Dieese) divulgou nesta segunda-feira (11) que o salário mínimo necessário em dezembro de 2020 para a população brasileira arcar adequadamente com os custos mensais seria de R$ 5.304.

O levantamento foi apresentado na Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos, e os cálculos foram feitos com base no custos das cestas básicas que variam de R$ 454 a R$ 631 nas capitais. Houve aumento dos preços em todas as 17 unidades da Federação pesquisadas.

“Com base na cesta mais cara que, em dezembro, foi a de São Paulo, o DIEESE estima que o salário mínimo necessário deveria ser equivalente a R$ 5.304,90, o que corresponde a 5,08 vezes o mínimo vigente [em 2020], de R$ 1.045,00. O cálculo é feito levando-se em consideração uma família de quatro pessoas, com dois adultos e duas crianças”, escreveu o instituto.

Segundo o Dieese, o trabalhador brasileiro gastou 56,57% do salário mínimo líquido para comprar os alimentos básicos para uma pessoa adulta no ano passado.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas