Dias Toffoli já avisa: Lula não será solto sob sua presidência no STF

toffoli

Da redação – O ministro Dias Toffoli assumirá em setembro a presidência do STF (Supremo Tribunal Federal), e de antemão, já afirmou em entrevista à imprensa burguesa que a posição, “muitas vezes leva quem a está exercendo a votar contra seu próprio convencimento em defesa da instituição”. Isso indica que não tomará nenhuma atitude para libertar Lula que é preso político da operação golpista Lava jato.

Após a informação de sucessão de Toffoli à cadeira, se iniciou mais uma campanha da imprensa golpista, principalmente da emissora capacho do imperialismo norte-americano, a Rede Globo, no intuito de ameaçar a independência do cargo. Essa campanha se assemelha muito à vista contra o desembargador que concedeu o habeas corpus de Lula e agora é ameaçado pela atual presidente, Cármen Lúcia de ser aposentado de forma ditatoial.

É necessário uma grande denúncia da ditadura que se estabeleceu no STF após o golpe de estado contra a ex-presidenta Dilma Rousseff (PT). Este diário alertou desde o início das movimentações golpistas que essa verdadeira “caça às bruxas” aconteceria, perseguindo políticos, sindicalistas, artistas, e agora, a imprensa ataca até mesmo o STF. Isso demonstra, inclusive, como pessoas que anteriormente entraram no poder por indicação do PT, como Toffoli, são ameaçados caso não se coloquem à favor da perseguição ilegal aos partidos de esquerda.

Estamos em um regime ditatorial escancarado e é necessário articular uma grande mobilização revolucionária antes que essa caça judicial se transforme em caça física dos adversários políticos dos golpistas: os trabalhadores.