Frase inolvidável:

“Ele [Bolsonaro] não é um voto de um líder político, de uma sigla partidária, ele é um sentimento que tomou conta da grande maioria do País. É um sentimento de dizer nos olhos: nós temos a esperança que a política será reformada”, Ronaldo Caiado, golpista fundador da UDR, organização de latifundiários assassinos de sem-terras.