Em coletiva de imprensa no palácio presidencial em Caracas, o presidente da Venezuela Nícolas Maduro, denunciou um plano dos Estados Unidos para derrubá-lo e assassiná-lo, com a ajuda dos governos de Brasil e Colômbia.

maduro