8 de junho de 1950 : Coreia do Norte inicia Guerra da Coreia

As Tropas da Coréia do Norte cruzam o paralelo 38ºN, a fronteira imposta pelos aliados na conferência de Yalta, e invadem o território da Coréia do Sul, iniciando a Guerra da Coréia.

A Coreia era colônia japonesa até o fim da Segunda Guerra Mundial. Com a derrota do Eixo, o imperialismo norte-americano tentou tomar conta do território coreano. Em 1948 a porção norte ficou sob comando da União Soviética, e a porção ao sul do paralelo 38, sob domínio dos Estados Unidos.

Ofensivas do norte e sul e o paralelo 38ºN

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A Coreia do Norte, com o sucesso da revolução Maoísta na China, fez uma ofensiva contra a parte dominada pelo imperialismo no dia 8 de junho de 1950. 16 países enviam soldados para combater ao lado da Coreia do Sul.

Avanço do exército norte-coreano

Foi o primeiro conflito armado da Guerra Fria, causando apreensão no mundo todo, pois houve um risco iminente de uma guerra nuclear em função do envolvimento direto entre as duas potências militares da época.

 

 

 

 

 

 

 

 

ONU age através de qualquer exército que esteja subordinado ao imperialismo

As Organizações das Nações Unidas (ONU) mais uma vez mostra para que foi formada: envia tropas para a região no sentido de atacar os norte-coreanos. 16 países enviam soldados para combater ao lado da Coreia do Sul. ONU, sempre em apoio ao imperialismo.

 

 

 

 

 

 

 

Em 27 de julho de 1953 a guerra chega ao seu fim.

Hoje, a Coreia do Sul é o enclave, a base do imperialismo norte-americano na Ásia. A Coreia do Norte é um país autodeterminado, com grande desenvolvimento, e que não “abaixa a cabeça” para o imperialismo.

Exército norte-coreano hoje. Não se rendeu ao imperialismo

 

Existe um número incrível de documentários e montagens sobre as coreias. Segue um dublado em português e uma dica: se estiver escrito ditadura da Coreia do Norte, ditador entre outras, saiba que é um direitista.

Documentário sobre a guerra da Coreia