3 de junho de 1931: Nasce Raúl Castro

Raúl Castro, um dos líderes do movimento que levou à Revolução Cubana em 1959, nasceu em 1931, teve e ainda tem uma trajetória imensa na política.

Nascido na província de Holguín, Raúl é o mais novo de sete irmãos. Seu interesse por política começa cedo, tendo cursado Ciências Sociais. Se vinculou à Juventude Socialista, organização que tinha forte influência do Stalinismo.

Quartel La Moncada

Participou das primeiras empreitadas do Movimento 26 de Julho, que tentou, em 1953, derrubar o governo do ditador Fulgêncio Batista pela tomada do quartel La Moncada em Santiago de Cuba. O movimento fracassou, mas a maioria dos revolucionários conseguiram ser libertos pelo próprio Raúl. Ele, juntamente com Fidel Castro e outros poucos sobreviventes foram presos. Dois anos depois foram libertos e obrigados a se exilarem no México.

 

 

O movimento de guerrilha, que se realinhou por volta de 1956, embarcou no Iate Granma e foi em direção a Cuba.

Iate Granma

A guerrilha foi tomando corpo na Sierra Maestra, onde ia agregando novos militantes e, de forma bem organizada, esclarecendo os camponeses sobre a necessidade de fazer a revolução. Logo os camponeses aderiram e apoiaram a causa e os revolucionários de forma irrevogável. Os guerrilheiros montaram hospitais, escolas e fábricas na região.

 

 

 

Todo o percurso dos guerrilheiros revolucionários por Cuba

Avançou pelo nordeste da Sierra Maestra, na famosa tomada de Havana, coordenando a coluna de guerrilheiros nº 6. Che Guevara e Camilo Cienfuegos eram líderes de outras colunas.

 

 

 

Raúl Castro e Che Guevara na Sierra Maestra

Foram saudados por toda a população, que já tinha se rebelado de forma implacável contra o Regime de Fulgêncio Batista, um lacaio do imperialismo norte-americano. Os cubanos se referem até hoje, como o período em que Cuba era o prostíbulo dos norte-americano

 

 

 

 

 

Foi o responsável por enviar tropas (foi o responsável por estruturar o Partido Comunista e as Forças Armadas Revolucionárias (FAR) e ajuda médica às guerras contra o imperialismo em Angola (1975-1991) e Etiópia (1977-1978). A ajuda dos cubanos ao povo Angolano é celebrada até hoje, tanto em Angola, como em Cuba.

Após a revolução, se tornou o ministro das Forças Armadas, posto que ocupou até 2008, quando se tornou presidente no lugar de seu irmão Fidel, que já estava mal de saúde. É um dos maiores representantes dos movimentos pela autodeterminação dos povos da América Latina.

Nicolás Maduro e Raúl Castro

Sua biografia foi o livro mais vendido em 2016 em Cuba. Continua um político ativo em Cuba, sendo o líder do Partido Comunista Cubano (PCC).

Documentário sobre a Revolução Cubana legendado

Documentário sobre a vida de Raúl Castro