26 de junho de 1822: os líderes Símon Bolívar e San Martin se encontram em Guayaquil

Em 26 de junho de 1822, há 196 anos, aconteceu um dos mais importantes encontros de duas personalidades da historia das Américas, entre os dois grandes heróis da libertação latino-americana, Simón Bolívar (1783-1830) e José San Martín (1778-1850). O encontro que por conta do local ficou conhecido como Conferência de Guayaquils , reuniu os lideres guerreiros para discutir os rumos dos projetos de emancipação da América do Sul.

Foto de Malecón 2000, Guayaquil: O monumento do encontro em Guayaquil

Um fato interessante foi que essa reunião de união dos dois líderes para a conquista de mais territórios contra o domínio espanhol, pela seriedade do episódio, não contou com testemunhas.

Das ações imediatas e estratégicas, logo apos o fim da celebre reunião, a República de Guayaquil foi anexada a Grã-Colombia, dando passos ao sonho de Bolívar de unificar as colônias em uma só nação.

Falando um pouco desses grandes líderes, San Martín foi um militar argentino que serviu o exército espanhol por mais de 20 anos, e em 1812 se insurgiu contra o governo, aderindo ao movimento de independência. Sua grande conquista da independência da Argentina, em 1816, foi um  passo inicial para mais tarde conquistar a do Chile (1818) e Peru (1821).

Já o grande herói Simón Bolívar, nasceu na Venezuela e foi a figura mais central da independência da América espanhola, se tornando ‘O Libertador’, o militar e político que sempre será lembrado como herói revolucionário da América do Sul. Seu perfil diplomático, o fez ser o responsável pela independência da Venezuela, Colômbia, Peru, Equador e Bolívia.

Para finalizar, vale ressaltar uma outra curiosidade histórica, já que estamos em rítimo de Copa do Mundo – onde o imperialismo tenta re-colonizar parte do mundo como escravos -, pois a Copa ‘Libertadores da América’, uma das maiores competições esportivas do mundo, faz homenagem exatamente aos principais líderes da independência dos países da América do Sul, principalmente San Martín e Bolívar.