Diante de Bolsonaro, Tupinambás reafirmam: “lutamos durante mais de 500 anos e enfrentamos de tudo até agora”

Um dos principais alvos do governo golpista de Jair Bolsonaro são as terras indígenas e quilombolas. Em primeiro lugar acabar com as demarcações, em segundo lugar, facilitar a vida dos latifundiários e grandes empresas através do aumento da repressão no campo.

Diante deste cenário, o povo Tupinambá de Olivença, um dos mais combativos e radicais da Bahia, lançou nota em que diz que vai lutar contra o governo golpista de Bolsonaro e suas medidas.

“Nós somos o primeiro povo de contato do país e não vamos deixar de continuar ocupando o nosso território, independentemente das determinações do novo presidente”, afirma o documento.

Estão fazendo o correto. Os indígenas estão ameaçados por Bolsonaro e precisam reagir contra a ofensiva dos golpistas. A única forma de derrotar o fascismo é com a mobilização.

Veja aqui a carta dos Tupinambás em sua íntegra.