Liberdade para Lula
As organizações e militantes devem organizar caravanas de todos os locais do país e ocupar Curitiba no dia 27 de outubro comemorar o aniversário de Lula e exigir a sua liberdade.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
ato-curitiba
Ato em Curitiba pela liberdade de Lula. Foto: Arquivo DCO. |

Durante a II Plenária Nacional Lula Livre, que ocorreu na cidade de São Paulo no dia 21 de setembro, representantes de comitês de luta contra o golpe, comitês Lula livre de todo o Brasil, sindicatos e centrais sindicais (CUT e CTB), movimentos sociais (CMP, MST) e partidos políticos (PCO, PT e PCdoB) se reuniram e deliberaram a realização de um grande ato nacional pela liberdade de Lula no dia 27 de outubro em Curitiba para comemorar o 74° aniversário do ex-presidente.

A situação política extremamente favorável para os movimentos de esquerda. As mensagens divulgadas pelo sítio The Intercept Brasil revelando a perseguição ao Partido dos Trabalhadores (PT) e, principalmente ao ex-presidente Lula, deixou claro que as eleições de que a operação Lava Jato, a prisão de Lula, as eleições de 2018 são uma enorme fraude da direita golpista.

Essa situação que levou a fraude nas eleições deixou o governo Bolsonaro em uma enorme crise que tem se agravado sistematicamente e há uma enorme paralisia dentro do governo. Há um enorme repúdio a Bolsonaro e a direita, e uma tendência a mobilização em torno na liberdade de Lula.

Há muitos sinais de mobilização da população pelo fora Bolsonaro e também pela liberdade de Lula no ato nacional convocado para o dia 27/10. Fato demonstrado na mobilização realizada em Curitiba, no dia 14 de setembro pelo PCO e pelo Comitês de Luta Contra o Golpe de todo o País, e diversas manifestações que estão ocorrendo posteriormente em todo o país como o ato realizado em Recife/PE no ultimo dia 11 e nos atos pela liberdade de Lula no último domingo (13/10), na avenida Paulista e na carreata em Brasília.

Os atos estão demonstrando essa tendência e para as direções que há como mudar a situação de paralisia da esquerda na luta contra o governo Bolsonaro e pela liberdade de Lula. É preciso concentrar todos os esforços das entidades que lutam pela liberdade de Lula e contra o golpe no ato do dia 27 e ocupar Curitiba pela Liberdade de Lula.

O ato em Curitiba no dia 27 tem que ser um ponto de inflexão na luta contra a direita e de mudança no cenário político do país. É preciso concentrar as forças no local onde Lula encontra-se encarcerado pela direita golpista e impor uma nova etapa para derrotar o governo Bolsonaro.

Há um enorme apelo entre a população explorada pela liberdade de Lula e é a maneira de aglutinar e organizar os trabalhadores para a luta para derrotar o governo Bolsonaro. A liberdade de Lula é uma poderosa alavanca para impulsionar a luta dos trabalhadores.

As organizações e militantes devem organizar caravanas de todos os locais do País e ocupar Curitiba no dia 27 de outubro comemorar o aniversário de Lula e exigir a sua imediata liberdade.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas