Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Em torno do que se espera para o dia 24 de janeiro, todo um calendário de articulações está sendo organizado como forma de impulsionar uma mobilização gigantesca em Porto Alegre contra a condenação do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva. Por isso, seguindo esse panorama no dia 23 de janeiro será feito ato de mulheres com a presença da presidenta legítima Dilma Rousseff  e de Eleonora Menicucci, que fora ministra em seu governo.

O ato servirá como forma de aglutinar o movimento de mulheres e a toda a população para estar em presença massiva no dia seguinte para impedir a condenação de Lula e a todas as arbitrariedades do judiciário golpista. Em demonstração da grande movimentação que se organiza para o dia 24, os golpistas já tentaram impedir a realização de manifestações neste dia e até mesmo a proibição do acampamento do Movimento MST (Movimento Sem Terra).

A afirmação de atos como esse reforçam ainda mais a importância do dia 24 de janeiro na capital gaúcha, toda a articulação diante desse dia é de extrema importância, aumenta o número de alcance de pessoas que podem e querem fazer parte da luta efetiva contra o golpe e seu maior expoente que se da pela perseguição política a figura mais importante da classe trabalhadora que é Lula. Demonstrando que cada vez mais a população está desenvolvendo sua consciência e se põe na dianteira da luta.

Por isso, o ato de mulheres no dia 23 chama a todos para se organizar e estar preparado para o dia 24 de janeiro, recebendo as caravanas do país inteiro, as mesmas  que estarão chegando neste dia. É preciso mobilizar diante de todos os atos que antecedem ao dia 24 como forma de aglutinar centenas de milhares de pessoas no TRF4 e mostrar que a classe trabalhadora está organizada e disposta a lutar contra a condenação de Lula e contra o golpe.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas