Siga o DCO nas redes sociais

Dia 14, professores irão à Curitiba pela liberdade de Lula
ric2-1 (1)
ric2-1 (1)

Dia 14 de setembro será realizado um grande Ato em Curitiba para exigir a anulação de todas as condenações da operação lava jato e liberdade do ex-presidente Lula e de todos os presos políticos do regime golpista.

O maior sindicato dos professores, a Apeoesp, aprovou no seu último Conselho de Representantes CR, a participação ativa do sindicato e dos professores no Ato e na Liberdade de Lula.

Lula é mantido na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba desde o dia 7 de abril do ano passado. O problema da sua prisão arbitrária, na Bastilha da Lava Jato é uma questão central na política brasileira atualmente.

As noventa e três subsedes organizaram caravanas para Curitiba, com a intenção de pressionar uma mobilização contra todo esse aparato golpista, que é um importante mecanismo da direita. O próprio esforço da direita dentro das instituições para manter essa prisão é uma demonstração de que essa pauta é central.

A liberdade de Lula é um fator determinante na luta política em curso. As instituições controladas pelos golpistas estão organizadas para manter Lula preso a qualquer custo, apesar de todas as evidências que surgem a cada dia de que sua prisão é uma completa arbitrariedade, baseada em uma condenação sem provas.

Por isso, dia 14, é preciso lotar a cidade de Curitiba em uma grande mobilização contra a prisão de Lula. Em um grande ato unitário da esquerda em torno dessa reivindicação central.

Todos a Curitiba! Liberdade para Lula!