DF realiza Conferência Setorial de Arquitetos contra o golpe

card-cartaz-arquitetos

Nesta terça (3), será realizada em Brasília a Conferência Setorial Arquitetos contra o Golpe, com vistas à construção da Conferência Nacional Aberta de Luta contra o Golpe, que será realizada em São Paulo nos dias 21 e 22 de julho. A iniciativa é apoiada pelo Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB) e pelo Sindicato dos Arquitetos do Distrito Federal.

Entre as conferências setoriais e a conferência nacional, terá lugar em Brasília no próximo sábado (7) a Conferência Regional do Centro-Oeste de Luta contra o Golpe. A região tem se destacado pela capilaridade dos coletivos envolvidos. Nas últimas semanas, foram realizadas conferências locais em Samambaia (DF) e na Cidade Ocidental (GO). Nessa semana estão programadas ainda conferências setoriais do serviço público, na quarta (4), e de bancários, na quinta (5).

O encontro dos arquitetos pretende reunir não apenas essa categoria, mas todos os profissionais ligados à construção civil e à luta pelo direito à cidade – setor especialmente afetado pelas políticas golpistas. A conferência será realizada a partir das 19h, na antiga sede do IAB, na 603 sul.

Confira abaixo a chamada publicada originalmente pelo Sindicato dos Arquitetos do Distrito Federal.


Dois anos após o impeachment ilegal que afastou a presidente Dilma Rousseff, vemos um aprofundamento do golpe de estado: no desmonte do Estado Brasileiro e de sua capacidade de investimento; na privatização irrestrita de nossas empresas, de nossos sistemas de educação e saúde; na entrega de nosso patrimônio ao estrangeiro; na destruição da legislação trabalhista; na ameaça à previdência pública; no arbítrio das perseguições judiciais às lideranças e organizações populares — entre elas os sindicatos e suas centrais.

O setor da construção civil foi um dos primeiro a sentir os efeitos dessa brutal ofensiva do grande capital externo à nossa economia, desde o ataque direto do judiciário golpista às grandes empreiteiras nacionais que garantiam centenas de milhares de empregos a técnicos da área, que promoviam o desenvolvimento tecnológico necessário à independência econômica e artística do Brasil.

Por outro lado, o golpe também vem recrudescendo o ataque às políticas e movimentos que reivindicam o direito à cidade. Os conselhos populares e demais instrumentos de democratização das políticas urbanas vêm sendo sistematicamente boicotados; espaços públicos vêm sendo privatizados e cidades vêm sendo postas à venda; os programas habitacionais sofreram corte ou redirecionamento de verbas para camadas sociais mais favorecidas; a função social da propriedade, garantida na constituição, vem sendo solenemente ignorada; os movimentos de luta pela moradia vêm sendo atacados com violência, criminalizados e perseguidos.

As próprias corporações dos arquitetos, engenheiros e demais técnicos relacionados à construção civil vêm sofrendo o achaque direto dos golpistas na tentativa de desregulamentação de suas profissões, na revisão da legislação de contratação de obras públicas de modo a prescindir dos necessários planejamento e projeto isentos.

Diante desse cenário, o Comitê Arquitetos contra o Golpe forma-se e integra-se ao movimento nacional dos comitês de luta, de modo a construir coletivamente uma agenda de lutas pelo direito à cidade e pela autonomia profissional.

Se você é profissional da área da construção civil, venha lutar contra o golpe conosco!


Conferência do
COMITÊ ARQUITETOS CONTRA O GOLPE

Terça, 3/7, 19h
IAB-DF, Brasília
SGAS 603 Sul, lt.21.

⚙⚙⚙

com vistas à participação na
Conferência Regional de Luta contra o Golpe — Centro Oeste
Brasília, sábado, 7/7
e na
Conferência Nacional Aberta de Luta contra o Golpe
São Paulo, 22/7

⚙⚙⚙

Evento no Facebook:
https://www.facebook.com/events/459194081193237/