Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

A direção do Banco Bradesco, em Brasília, está obrigando os trabalhadores a cumprir hora extra depois de fechamento de agências e milhares de demissões.

Com a demissão de mais de 7 mil funcionários, através do famigerado Plano de Demissão Voluntária (PDV), e o fechamento de centenas de agências e todo o País, a sobrecarga de trabalho para os bancários do Bradesco quase que triplicou. Com agências superlotadas, devido a falta de funcionários, a direção golpistas do Bradesco em Brasília vem obrigando os trabalhadores a cumprir hora extra para darem conta da demanda no serviço que só tem aumentado devido a política de ataques do banco ao funcionalismo, para aumentarem ainda mais os seus lucros.

Os trabalhadores estão sendo ameaçados de demissão pela direção da empresa caso se recusem a cumprirem o prolongamento da jornada de trabalho. Alguns relatam o aumento do horário de almoço como exigencia das chefias para que fiquem depois de terminado o horário do expediente.

O autoritarismo e assédio moral é o que vem reinando nas dependências do banco, aqueles funcionários que já tem os seus compromissos agendados após cumprirem o seu horário de trabalho estão sendo obrigados a largarem todos os seus afazeres, tais como buscar filhos na escola, ir para a faculdade, ou até mesmo que tenham horário marcado para ir uma consulta médica em troca de maior exploração dos patrões.

Os trabalhadores do Bradesco devem organizar imediatamente uma ampla mobilização contra banqueiros golpista que sistematicamente vem aprofundado a política de exploração. O aumento dos ataques aos direitos e conquistas dos bancários é fruto do processo golpista que teve na figura dos banqueiros um dos grandes financiadores. Somente a luta contra o golpe pode derrotar a sanha dos banqueiros contra os trabalhadores.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas