Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

A destruição do patrimônio nacional continua, a todo vapor, no governo golpista. A vítima desta vez foi a Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados, conhecida como FAFEN, pertencente à Petrobras, localizada no município de Laranjeiras, no estado de Sergipe.

Uma fábrica que já tinha o destino certo para fechar. A política do governo ilegítimo é sucatear o patrimônio nacional para depois fechá-lo, senão vendê-lo o mais rápido possível, como quem rouba. Essa também é a política da burguesia imperialista.

Pedro Parente, um típico “administrador” neoliberal, anunciou que a FAFEN apresentou prejuízos consecutivos. No ano de 2017, segundo assessoria da petroleira, o prejuízo foi de seiscentos milhões de reais. Esse resultado não foi surpreendente, tendo em vista o processo criminoso de sucateamento que a fábrica já vinha sofrendo.

Em 2016, o ano do golpe de Estado, a Petrobras já havia anunciado a saída do ramo de fertilizantes. A partir daí a situação só piorou para os 272 trabalhadores diretos da fábrica. Agora, eles não sabem o futuro de seus empregos, pois a Petrobras diz que irá realocá-los em outras unidades. Entretanto, o medo do desemprego é grande entre os operários e suas famílias.

Na tentativa de reverter a decisão da petroleira, o governador do estado de Sergipe, o Jackson Barreto, marcou uma audiência com a direção patronal e outra com o presidente da República, o lacaio da burguesia internacional Michel Temer.

A iniciativa do governador é apenas uma tentativa paliativa diante da política já estabelecida para todo o patrimônio nacional: sucatear e vender se possível.

Enfim, não existe outra alternativa para a classe trabalhadora, em especial para a Petrobras, a não ser lutar nas ruas contra o golpe e contra a prisão de Lula. Esses são os caminhos do momento na luta contra a destruição do patrimônio nacional e a proteção mínima de seus empregos.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas