Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Os golpistas que assaltaram o governo federal no Brasil, através do governo Temer, colocou a todo vapor a entrega da ECT (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, através de sua privatização.

Há muito tempo a privatização dos Correios, que vem sendo cobiçada pelos parasitas capitalistas do mercado postal, não se efetivava pela quantidade de direitos que os trabalhadores dos Correios conquistou nos últimos anos, como o Plano de saúde da categoria.

O plano de saúde dos Correios era considerado um benefício custoso para os anseios de lucros desses vampiros capitalistas.

O governo golpista de Temer em conluio com os golpistas do TST (Tribunal Superior do Trabalho) e com a ajuda capituladora dos sindicalistas do movimento dos Correios ligada ao Bando dos Quatro (PT, PCdoB, PSTU e diretoria do Sintect-MG da LPS) conseguiu desmontar o atual plano de saúde da categoria, impondo mensalidades para os trabalhadores pagarem.

O julgamento da cláusula 28° do plano de saúde dos Correios que aconteceu no dia 12 de março no TST (Tribunal Superior do Trabalho), iniciando o processo de destruição do plano de saúde, também abriu a porteira para o aprofundamento da privatização dos Correios.

A prova disso é que após o julgamento do TST, no dia seguinte os jornais golpistas no Brasil, como a Folha de S. Paulo, publicaram declarações do golpista Michel Temer, e do ministro golpista Gilberto Kassab, das Comunicações, que a privatização dos Correios é prioridade nesse momento.

Kassab chegou ao cinismo de golpistas que é de dizer que os direitos dos trabalhadores precisam ser exterminados para que a ECT não entre falência. A verdade é que a retirada de direitos dos trabalhadores dos Correios é uma exigência dos capitalistas que querem botar a mão na maior empresa de Correios da América Latina.

Agora os golpistas terão mais facilidade para cometer esse crime contra a população, privatizando esse patrimônio do povo. Por isso a necessidade de aumentar a mobilização dos trabalhadores dos Correios, colocando a luta contra o golpe, como luta principal na luta pela manutenção da ECT como empresa pública e do povo brasileiro.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas