Desembargador do TRF-4 concede liminar para soltar Lula: sair às ruas para garantir sua liberdade e derrotar o golpe

Former Brazilian President Luiz Inacio Lula da Silva is carried by supporters in front of the metallurgic trade union in Sao Bernardo do Campo

Em despacho favorável a pedido de habeas corpus apresentado na última sexta (dia 6) pelos deputados petistas Wadih Damous, Paulo Pimenta e Paulo Teixeira,  o desembargador Rogério Favreto, do Tribunal Regional Federal da 4a. Região (TRF-4), determinou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, seja libertado imediatamente, com a devida alegação de  não há fundamento jurídico para a prisão.

O plantão do TRF-4 confirma a informação e os parlamentares estão agora na sede da Polícia Federal, em Curitiba, tentando fazer com que a ordem seja cumprida, para onde já estão rumando também muitos ativistas que se encontram na capital paranaense.

OA correta postura do desembargador Favreto, que foi o único desembargador do TRF-4 que votou pela abertura de processo disciplinar contra o juiz Sergio Moro, sob a alegação de “índole política” e  ocupou cargos no governo Lula e em outras administrações petistas antes de ingressar no tribunal, evidencia a crise no judiciário.

Obviamente que a direita golpista que domina o judiciário vai tentar cassar a medida, diante do que é preciso organizar uma ampla mobilização para fazer valer a medida e garantir a imediata liberdade de Lula.

Por isso, em Curitiba, é preciso uma ampla mobilização junto à sede da Polícia Federal onde o ex-presidente está preso, já que a mobilização popular é a única arma capaz de efetivar a liberdade Lula e garantir, garantir sua candidatura presidencial, o que pode significar uignfioca uma importante derrota dos planos golpistas.

O Diário Causa Operária  vai acompanhar o desenrolar dos acontecimentos, cujo alcance e significa ainda é preciso analisar.

Acompanhe e vamos mobilizar todo o País, pela liberdade de Lula.

Diante desse fato, independentemente de sua conclusão, ganha ainda maior importância a mobilização em torno da Conferência Nacional Aberta de Luta COntra o Golpe, no próximo dia 21 e 22 de julho, em São Paulo. Acesse e se inscreva em lutecontraogolpe.com.br.